Entenda como a Pesquisa Clínica influencia a oncologia

Entenda como a Pesquisa Clínica influencia a oncologia

20 de maio é o Dia Internacional da Pesquisa Clínica, um setor de extrema importância e ainda pouco conhecido por grande parte dos brasileiros. Hoje, vamos falar sobre como esses estudos beneficiam milhares de pacientes oncológicos constantemente.

O tratamento de diferentes tipos de câncer representa sempre um grande desafio para a equipe médica e, principalmente, para o paciente que batalha contra a doença.

O câncer é motivo de preocupação pelo forte impacto que causa na saúde, mas também por criar a necessidade de o paciente se submeter a tratamentos desconfortáveis e difíceis, como a quimioterapia, por exemplo.

E é exatamente neste ponto que a pesquisa clínica tem um papel fundamental para a mudança da qualidade de vida de pacientes oncológicos. Estes estudos buscam encontrar novos e melhores caminhos para tratar o câncer e prolongar a vida das pessoas que tentam superar a doença.

Por meio da pesquisa clínica é possível prevenir, detectar, controlar e tratar doenças. Em casos mais complexos como o câncer, as buscas por novos medicamentos e melhorias no tratamento são constantes. Cada detalhe pode fazer a diferença na cura e no dia a dia de um paciente.

Vale ressaltar que todos os tratamentos utilizados atualmente passaram antes por estudos clínicos, para depois serem aprovados para a comercialização. Realizadas por médicos especializados em determinado assunto, as pesquisas têm como finalidade trazer mais conhecimento sobre o câncer e seus tratamentos.

De fato, essa é a principal – ou até mesmo a única – alternativa que médicos e cientistas têm a disposição para recomendar determinados tratamentos para pacientes oncológicos, além de ser este o caminho para comprovar a eficiência de novos medicamentos que podem simplificar o processo de combate a uma doença que tira a vida de muitas pessoas todos os dias.

E, sem dúvida, as descobertas e aprimoramentos em tratamentos de câncer beneficiam principalmente os pacientes. Doenças que antes eram consideradas irreversíveis hoje, muitas vezes, são revertidas e o paciente fica curado. Então, os estudos clínicos são uma ferramenta crucial para que o futuro seja mais leve e feliz para todos que luta com algum tipo de doença.

Nesse sentido, destacamos aqui o trabalho realizado pelo CEPHO, que realiza estudos sobre diferentes tipos de doenças e beneficia milhares de pacientes!

WhatsApp chat