Redobre o cuidado com a sua saúde durante o inverno!

Redobre o cuidado com a sua saúde durante o inverno!

Pacientes oncológicos precisam redobrar os cuidados durante o inverno.

Em período de temperaturas mais baixas, a circulação de vírus que causam infecções respiratórias aumenta, isso porque também é mais comum a concentração de pessoas em locais fechados, sem ventilação.

Essa tendência é mais perigosa justamente para pessoas com o sistema imunológico enfraquecido. Determinados tipos de quimioterapias reduzem o número de glóbulos brancos, células responsáveis pela defesa de nosso organismo, deixando, assim, uma pessoa mais suscetível a desenvolver infecções e com risco maior de ter problemas mais graves.

E o que normalmente já é preocupante, em tempos de pandemia de COVID-19 torna-se ainda mais assustador. Por isso, mais do que nunca, é necessário ter consciência dos riscos para adotar as medidas preventivas adequadas.

O primeiro e principal cuidado a se tomar no dia a dia é higienizar constantemente as mãos. Também é recomendável ter sempre álcool em gel quando for sair de casa, além de evitar ao máximo o contato com pessoas que estão doentes e com febre.

Alguns medicamentos quimioterápicos também aumentam a sensibilidade do paciente ao frio, causando formigamentos e até pequenos choques nas mãos e nos pés. Dessa forma, a preocupação ao risco não é apenas o de contrair doenças, mas também pelo desconforto causado por um processo de tratamento contra algum tipo de câncer, tornando-se indispensável sua proteção nos períodos de baixas temperaturas.

Para evitar essas situações incômodas, atitudes simples como usar agasalhos, luvas, meias, toucas ou gorros de lã podem aliviar bastante os sintomas. Também é importante utilizar o protetor solar, mesmo em dias sem grande incidência de raios solares, já que a pele fica mais sensível. Consumir bebidas quentes também ajuda a amenizar os desconfortos.

Alguns oncologistas recomendam a vacina contra o vírus Influenza para pacientes como forma de garantir maior proteção contra determinados tipos de doenças respiratórias que podem ser graves. Porém, é importante ressaltar que essa medida ainda não é consenso, então é importante que cada caso específico seja avaliado para determinar as melhores atitudes a serem tomadas.

Essas informações foram úteis? Acesse os nossos outros blogs e descubra ainda mais!

WhatsApp chat