Mês do combate ao câncer de pulmão: informações gerais e importância dos médicos pneumologistas

Mês do combate ao câncer de pulmão: informações gerais e importância dos médicos pneumologistas

O grande fator de risco: cigarros

Dados divulgados pelo INCA (2020) sugerem que cerca de 85% dos diagnósticos confirmados de câncer de pulmão estão relacionados com o tabagismo, sendo este o principal fator de risco para o desenvolvimento da doença.

Isto, inclusive, é um dos principais motivos pelos quais há tantas campanhas de conscientização sobre a doença e interrupção e/ou diminuição do consumo de cigarros, já que seria possível reduzir drasticamente a quantidade de pessoas acometidas pelo câncer de pulmão e, consequentemente, o número de mortes anuais através destas medidas.

Pneumologista: peça-chave no diagnóstico e tratamento do câncer de pulmão

Vivemos em um país que não prioriza a prevenção, que é um ótimo aliado para a saúde da população, já que possibilita o diagnóstico precoce e, consequentemente, aumenta a possibilidade de sucesso do tratamento.

Sendo assim, o percentual de pacientes com câncer de pulmão diagnosticado em um estágio avançado é altíssimo e reforça a importância da realização dos exames de rotina regularmente.

Desta forma, o médico pneumologista se torna uma figura fundamental, pois possivelmente será ele quem obterá o primeiro contato com o paciente devido à manifestação de alguns sintomas típicos das doenças pulmonares. Um trabalho multidisciplinar é importantíssimo para o sucesso do tratamento, portanto nós do CEON ABC gostaríamos de aproveitar a oportunidade para parabenizar o papel do médico pneumologista no combate ao câncer de pulmão.

WhatsApp chat