#MitosEVerdades da Covid-19: cuidado com a automedicação

Diante das inúmeras informações que estão sendo divulgadas a respeito do novo coronavírus, nós do CEON ABC decidimos realizar uma série chamada “Mitos e verdades da Covid-19” com o intuito de ajudá-los a filtrar o que é verdade e o que não condiz com a realidade em relação à doença, portanto fique atento sempre que aparecer esta hashtag no seu feed!


No segundo episódio, focaremos na questão da prevenção e tratamento do novo coronavírus.


Devido aos rumores sobre antibióticos serem efetivos na prevenção ou tratamento do Covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) desenvolveu um tópico para desmistificar esta questão!


De acordo com o órgão, antibióticos não funcionam contra doenças virais, apenas infecções bacterianas, sendo assim os medicamentos não devem ser utilizados contra o novo coronavírus como método de prevenção ou tratamento sem a indicação de um médico.


Um método efetivo de prevenção da doença é o de evitar aglomerações e adotar medidas de higiene como lavar as mãos, não levá-las à boca, nariz e olhos, uma vez que o vírus se espalha pelo ar e possui como porta de entrada para o corpo humano as vias aéreas superiores como, por exemplo, nariz e garganta!

Não pare seu tratamento durante o período do novo coronavírus!

No dia 25/03, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decretou que as operadoras de planos de saúde dêem prioridade para a assistência aos casos graves de Covid-19, porém sem que haja o prejuízo dos atendimentos aos demais consumidores, principalmente daqueles que não podem ter seus tratamentos adiados ou interrompidos, como é o caso dos pacientes oncológicos.

Sendo assim, o CEON ABC continuará atendendo normalmente neste período, adotando e respeitando todas as medidas preventivas e sanitárias para assegurar e priorizar a saúde dos nossos pacientes e colaboradores!

⚠ Não interrompa o tratamento por conta própria! Converse com a equipe que está acompanhando o seu caso para tirar quaisquer dúvidas que possa ter neste momento e, além disso, ter uma opinião especializada e segura sobre o assunto.

Fonte: https://www.sboc.org.br/noticias/item/1815-planos-devem-priorizar-covid-19-mas-tratamento-oncologico-nao-pode-ser-prejudicado

WhatsApp chat